Curiosidades do Carnval Carioca

Carnaval do Rio de Janeiro, Sambadrome Marquês de Sapucaí.

Carnaval do Rio de Janeiro, Sambadrome Marquês de Sapucaí.

Blog do Diego da Rocha.

O Carnaval oficial é comemorado uma vez por ano, cerca de 45 dias antes da Páscoa sofrendo adaptações ao Calendário. O povo espera ansioso semanas antes do evento, e normalmente começa a comemorar da quinta-feira à terça que antecede à Quarta-feira de cinzas. Embaladas pelas altas temperaturas do verão que anunciam a chegada do Verão, as apresentações dos blocos ao público começam meses antes, para quebrar a rotina e animar os admiradores.

Nesse período o Brasil recebe a maior quantidade de turistas, havendo uma longa preparação, e festas diversas antes, durante e depois.

O Carnaval da cidade entrou oficialmente no Guinness Book, com dados que o atesta como o maior Carnaval do Mundo. O mais famoso sem dúvida é o do Rio de Janeiro, onde diversas Escolas de Samba desfilam na Marquês de Sapucaí. Separamos, aqui, algumas curiosidades pra vocês:

Abertura oficial do Carnaval Carioca

Todo ano o prefeito do Rio de Janeiro entrega simbolicamente a chave da cidade ao Rei Momo, figura normalmente obesa, inspirada num personagem da Grécia Antiga. Esse ritual tem a intenção de proclamar a abertura oficial do Carnaval da cidade, quando o prefeito “deixa de governar” temporariamente em favor da Festa do Povo. O Rei Momo é eleito anualmente num rito que extrapolou os limites do Carnaval carioca chegando a diversas partes do país, mesmo em cidades onde o Carnaval não tem tanta tradição assim.

Prefeito Eduardo Paes entrega a chave ao Rei Momo, Wilson Dias da Costa Neto. Foto: Fernando Maia/UOL, O Globo, 2015.

Prefeito Eduardo Paes entrega a chave ao Rei Momo, Wilson Dias da Costa Neto. Foto: Fernando Maia/UOL, O Globo, 2015.

Beija-flor, Mangueira, Império Serrano, Mocidade, União da Ilha, Vila Isabel, Viradouro, Portela, Salgueiro entre outras, estão entre as principais. O Grupo Especial abarca as melhores Escolas de Samba do país, conta com 12 concorrentes, onde a última colocada é rebaixada para o nível inferior da competição, enquanto a primeira do Grupo de Acesso, sobe para o Grupo Especial.

A Portela é a maior vencedora da história, prestígio entretanto questionado pelos rivais, relacionado à influência do dinheiro ilegal do Jogo do Bicho. Destacando-se, entre os bicheiros, a figura de Natalino (apelidado de Natal), que patrocinou a escola por muitos anos. Admirado pelos portelenses e não tão benquisto pelos adversários.

Desfile

Existem uma série de eventos distintos para se divertir no Carnaval do Rio. O Carnaval de rua com blocos abertos ao público, os desfiles das Escolas de Samba no Sambódromo, além de festas particulares, que privilegiam outros gêneros musicais e formas de folia.

O principal trata de uma competição que une diversão, música e dança ao espetáculo.

Beija Flor, 2015. Foto: Raphael Marco Antonio Cavalcanti/Riotur.

Beija Flor, 2015. Foto: Raphael Marco Antonio Cavalcanti/Riotur.

O Samba-Enredo é o primeiro quesito definido por uma Escola de Samba. Eleito por rigorosa seleção meses antes da apresentação principal, ele guiará quase todo desfile sobre o qual se embasarão fantasias, alegorias, bateria, conjunto, harmonia entre outros.

As notas são expostas publicamente pelos especialistas em cada quesito de julgamento, todos eles extremamente capacitados, nomeados pelo presidente da Liga Principal. As escolas do Grupo Especial recebem altas cifras financeiras pela participação; Faturam com direitos de imagem, autorais, patrocínios, ensaios entre outras verbas e publicidades.

Samba-Enredo
O samba-enredo de cada escola é eleito por um concurso anual. Espera-se que explique de maneira clara e adequada o tema da definido; Que não contenha erros linguísticos; Seja historicamente contextualizado; A melodia seja marcante e que a música e o conjunto empolgue os envolvidos.

Bateria

Unidos da Tijuca, 2012.

Unidos da Tijuca, 2012.

A orquestra percussiva deve vir à tona demonstrando criatividade, versatilidade e desenvoltura. É outro quesito super importante para a apresentação da escola. É guiada pelo Mestre de Bateria e envolve extremo exigência artística e expressa o orgulho de muitos integrantes, por agregar história, identidade e criatividade.

Alegoria e fantasias
Com enormes tamanhos, os carros alegóricos são minuciosamente produzidos. Fantasia e Alegoria constituem quesitos separados. Ambos devem ser conectados ao samba-enredo e expressar criatividade, beleza e extrema qualidade de confecção.

Imperatriz, 2015, Foto: Tata Barreto/Riotur

Imperatriz, 2015, Foto: Tata Barreto/Riotur.

Harmonia
Em todas as partes espera-se que a cantoria entre os protagonistas do desfile, seja mais convergente e harmônica possível.

Evolução
Velocidade, limites, forma, organização, animação e alegria. Espírito contagiante e disciplina se unem nesse quesito.

Velha-guarda

velha2
Composta por idosos com posição de honra nas escolas. Sua dedicação e contribuição histórica, confere destaque na continuação do respeito à tradição e costumes de cada Escola de Samba. Participam frequentemente de gravações artísticas. Alguns nomes são eternizados como clássicos do samba que extrapolam os limites carnavalesco, são os casos de Cartola (Mangueira) e Monarco da Portela.

Apuração
As notas são divulgadas publicamente pela mídia, no feriado da quarta-feira de cinzas. Marca oficialmente o fim do Carnaval, quando as pessoas, descansam dos poucos e intensos dias de folia. Cada jurado tem o nome e as notas expostos ao público. As 6 Escolas com maior média de notas se apresentam no “Desfile das Campeãs”, estrelado pela grande festa da Campeã do Carnaval daquele ano.

• Campeão do Carnaval Carioca 2015 foi BeijaFlor de Nilópolis. Leia mais neste link: Clique aqui.

Beija Flor, campeão 2015!

Beija Flor, campeão 2015!

Diego da Rocha Viana Muniz is graduated in History in State University of Rio de Janeiro (2013) and researches about Brazilian Anthropology. Member of the International Association for Studies of Popular Music – Latin America; and O Som do Lugar e o Mundo about the music from Bahia.

Plays cavaquinho, percussion and composes for his friends. Living in Stockholm.

Filed Under: BlogBlog Diego da RochaNews

About the Author:

RSSComments (0)

Trackback URL

Leave a Reply

%d bloggare gillar detta: